ricardospinelli.advogados@hotmail.com / rsspinelli@gmail.com

Siga-nos:

NotíciasJustiça recebe queixa-crime de Piran contra Silval e inicia ação penal

5 de maio de 20200
https://ricardospinelli.com.br/wp-content/uploads/2020/05/foto-21.jpg

O juiz João Bosco Soares da Silval, da Décima Vara Criminal de Cuiabá, recebeu queixa-crime ofertada pelo empresário Valdir Piran e deu início a ação penal contra o ex-governador de Mato Grosso, Silval Barbosa. A decisão é do dia 18 de dezembro.

O juiz João Bosco Soares da Silval, da Décima Vara Criminal de Cuiabá, recebeu queixa-crime ofertada pelo empresário Valdir Piran e deu início a ação penal contra o ex-governador de Mato Grosso, Silval Barbosa. A decisão é do dia 18 de dezembro.

Antes do recebimento da queixa-crime, houve tentativa de conciliação entre as partes. Porém, ocorreu acordo. Piran esteve presente acompanhado de seu advogado, Ricardo Spinelli. Silval também compareceu acompanhado de sua defesa, Valber Melo.

O empresário Valdir Piran se manifestou no começo da audiência afirmando que não há interesse em conciliar. O Ministério Público, também presente, deu parecer pelo recebimento da queixa-crime, argumento acatado pelo juiz.

Piran processa Silval em queixa-crime por calúnia, injúria e difamação. Segundo esclarecimento do Conselho Nacional de Justiça, a queixa-crime é a petição inicial para dar origem à ação penal privada, perante o juízo criminal.

O ex-governador acusou o empresário Valdir Piran de invasão de propriedade. Mansão em Jurerê Internacional, Santa Catarina, teria sido invadida por Piran durante o período em que o ex-governador permaneceu preso por crimes em Mato Grosso.

Silval Barbosa afirma ter comprado o bem do ex-deputado estadual Gilmar Fabris. Porém, ainda segundo o delator, Piran invadiu a residência argumentado que Fabris lhe devia. O imbróglio ocorreu enquanto o delator premiado estava no Centro de Custódia de Cuiabá.